top of page
Buscar

Tendências e Oportunidades no Mercado de Vinhos dos Estados Unidos

Diretora de Marketing da ABS-RS, Patrícia Binz, apresenta em seis tópicos, o que chamou sua atenção durante formação realizada na University of Davis


Diana Light, Unsplash



Nos últimos anos, o mercado de vinhos nos Estados Unidos tem passado por transformações significativas, oferecendo tanto desafios quanto oportunidades para produtores e profissionais do setor. Vamos explorar algumas dessas tendências e oportunidades com base em dados recentes e observações do mercado, encontradas na formação em Wine Marketing realizada pela professora Patrícia Binz na University of Davis (UC Davis).

 

1. Mudança nos Hábitos de Consumo:

 

Embora haja uma diminuição modesta nas vendas totais de vinho nos Estados Unidos, a tendência geral mostra um aumento no número de compradores e na frequência de consumo. Observamos um aumento no número de consumidores, especialmente entre os grupos demográficos mais jovens, como os millennials e a geração Z. Além disso, há uma mudança notável no padrão de aquisição, com mais pessoas optando por tomar vinho com maior frequência.

 

2. Crescimento do Mercado de Espumantes:

 

Uma tendência marcante é o crescimento contínuo do mercado de espumantes nos Estados Unidos. Esta categoria tem experimentado um aumento constante no consumo, impulsionado em parte pela preferência por bebidas mais leves e refrescantes. Marcas que oferecem espumantes estão se beneficiando desse aumento da demanda, especialmente entre os consumidores mais jovens e em ocasiões sociais.

 

3. Diversificação de Produtos:

 

A diversificação de produtos é uma estratégia crucial para atrair diferentes segmentos de consumidores. Além dos vinhos tradicionais de uvas, estamos observando uma crescente demanda por vinhos feitos de outras frutas (sim, nos Estados Unidos chama-se de vinho mesmo as bebidas fermentadas alcoólicas derivadas de outras matérias-primas, além das uvas), como lichia, abacaxi e abacate. Esses produtos inovadores estão cativando os consumidores em busca de experiências sensoriais únicas e podem representar uma oportunidade para os produtores explorarem novos mercados. Inclusive, tive a oportunidade de visitar uma vinícola especialista em vinhos de todas as origens, e confesso que alguns podem ter um sensorial super interessante, como o vinho de avocado.

 

4. Importância da Saúde e Bem-Estar:

 

A preocupação com a saúde e o bem-estar está influenciando as escolhas de consumo de bebidas alcoólicas no mundo todo. Embora o vinho seja percebido como uma opção mais saudável em comparação com outras opções, como cerveja e destilados, os americanos estão cada vez mais atentos às informações nutricionais e às calorias contidas nas bebidas. Isso representa uma oportunidade para os produtores destacarem os atributos saudáveis de seus vinhos para atrair consumidores conscientes da saúde.

 

5. Expansão do Mercado de Vinhos Premium:

 

Embora os vinhos de baixo custo continuem a ter uma parcela significativa do mercado, há um aumento na demanda por itens com preços mais altos. Os consumidores estão dispostos a investir em rótulos de maior qualidade e valor percebido, especialmente em ocasiões especiais e para presentear. Isso cria oportunidades para os produtores que buscam posicionar seus produtos como opções premium no mercado.

 

6. Estratégias de Marketing Inovadoras:

 

Com a crescente concorrência no mercado de vinhos, as marcas estão adotando estratégias de marketing inovadoras para se destacarem. Isso inclui o uso de mídias sociais para alcançar e engajar os consumidores, parcerias com influenciadores e personalidades do setor, além de campanhas direcionadas a ocasiões específicas de consumo, como festas e eventos esportivos. Mesmo que as leis americanas sejam, de certa forma, rígidas em relação a associação de bebidas alcoólicas e esportes, vemos muitas marcas trabalhando de forma bem assertiva nas lacunas encontradas.

 


O mercado de vinhos dos Estados Unidos oferece uma variedade de oportunidades para produtores e profissionais do setor. Ao acompanhar de perto as tendências emergentes e adotar uma abordagem criativa e inovadora, as empresas podem se posicionar de forma competitiva e capitalizar as mudanças no comportamento do consumidor. Com uma compreensão sólida do mercado e uma oferta de produtos alinhada às demandas dos consumidores, é possível alcançar o sucesso e impulsionar o crescimento no dinâmico mercado de vinhos dos Estados Unidos. Assim como o Brasil, são grandes mercados consumidores, e por isso são alvo de tantas ações de marca. Dessa forma, é interessante levarmos em conta tudo que acontece neste continente, para termos boas inspirações do que já funciona e o que ainda está por vir.





Sobre a autora: Nutricionista, pós-graduada em Gestão de Marcas (branding) e Mestre em Turismo e Hospitalidade, todos pela UCS (Universidade de Caxias do Sul), possui experiência na área de nutrição com ênfase em segurança de alimentos e sustentabilidade. Sommelière Profissional (ABS-RS) e Master Países e Regiões (ABS-RS), também tem certificação nível 3 WSET e é candidata ao Diploma WSET. Conta com experiência como consultora e head sommelier em restaurantes e hotéis de luxo, e atua em experiências enogastronômicas, assim como é docente em cursos de vinhos e organiza eventos ligados ao setor.

Comentários


LEIA TAMBÉM LEIA TAMBÉM LEIA TAMBÉM LEIA TAMBÉM LEIA TAMBÉM LEIA TAMBÉM LEIA TAMBÉM LEIA TAMBÉM LEIA TAMBÉM LEIA

Frame (2).png
bottom of page