top of page
Buscar

O Sommelier é maestro discreto no palco das sensações

No ato de abertura da 3ª Jornada do Sommelier, Júlio César Kunz, presidente da ABS-RS, exalta o papel da profissão que deve também assumir a responsabilidade pelo presente e ter um compromisso com o futuro



Num palco de sensações, onde as taças se erguem,

o Sommelier é maestro discreto, o regente que emociona sem ser o centro das atenções.

Como notas que dançam, aromas e sabores que se entrelaçam,

sua arte, sublime, enche os corações de euforia.


Não se resume ao aparentemente simples ato de abrir de garrafas,

nem ao meticuloso gesto de servir a bebida divina.

Suas tarefas são a transmissão de paixão e de conhecimento,

criando uma experiência harmoniosa e genuína.


Assim como o regente que conduz uma sinfonia,

o Sommelier é um intermediário entre a obra e o público.

Ele traz consigo a sensibilidade dos vinhedos e a complexidade do terroir,

reconhece a dedicação e suor das trabalhadoras e trabalhadores,

admira e valoriza a virtuosidade das enólogas e enólogos

e transforma cada gole em um momento mágico.


No restaurante, no wine bar, no supermercado, em distribuidores, em importadores,

em jornais, revistas e blogs.

Em cada estabelecimento onde o vinho é protagonista,

o Sommelier é um coadjuvante exemplar ao dar deixa para o grande ator:

o vinho – dom da natureza e fruto do trabalho de mulheres e de homens,

símbolo marcante de nossa civilização.

Seu trabalho nos lembra que somos parte de um todo

e que devemos cuidar desse legado transcendental.


Porém, a civilização é frágil e requer esforço constante

para preservar e aprofundar a cultura enológica.

Enfrentamos mudanças climáticas, reestruturações sociais e transformações no mercado.

Todas elas desafiam produtores e amantes dessa bebida magnífica.

O mundo do vinho se transformou, evoluiu ao longo dos anos,

já não se elabora da mesma maneira, já não é vendido pelos mesmos caminhos.


A Associação Brasileira de Sommeliers do Rio Grande do Sul

tem o compromisso de representar a cultura de Baco.

Exaltamos o trabalho dos produtores e ouvimos os consumidores,

somos uma ponte que conecta pessoas tão distintas e tão apaixonadas


Neste dia especial, celebramos os Sommeliers e as Sommellières,

em união com o dia do vinho brasileiro, um brinde à nossa paixão!


Se dos gregos aprendemos que o bom vinho só é ótimo quando apreciado com moderação,

Agostinho de Hipona nos ensinou que a medida de amar é amar sem medida.

E é por amor ao vinho, por amor e respeito a tudo que ele simboliza

que assumimos a responsabilidade pelo presente e um compromisso com o futuro

ao contribuir para o debate da sustentabilidade em seus três pilares:

ambiental, social e econômico.

Trabalhemos para que o futuro da vitivinicultura brasileira

seja um sonho realizado, uma paixão a se eternizar.


Parabéns a todas as Sommelières e Sommeliers

por seu trabalho dedicado e apaixonado pelas dádivas de Dioniso!

Parabéns aos viticultores, produtores, enólogos e todos os trabalhadores, que do campo à taça,

dedicam-se à qualidade dos vinhos no Brasil!


Viva o vinho brasileiro! Viva a sommellerie brasileira!


Sobre o autor: Júlio César Kunz é presidente e professor ABS-RS. Sommelier pela Associação Brasileira de Sommeliers (ABS-RS/ABS-SP), Engenheiro de alimentos pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), com mestrado em gestão de negócios do vinhos pela Université de Paris Ouest em parceria com a Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV – Paris) e especializado em empreendimento e negócios internacionais pelo MIB Trieste School of Management (Itália). Tem diversos cursos internacionais e visitou as principais regiões produtoras de uvas e vinhos das Américas, Europa e Ásia. Sua experiência profissional no mundo do vinho inclui passagem por diversas vinícolas no Brasil, Espanha e Itália, com atuação tanto na área técnica, quanto estratégica e comercial.


É psicanalista, atuando como pesquisador e terapeuta na clínica do Centro de Estudos Psicanalíticos de Porto Alegre/ Serra (CEPdePA/Serra) e em consultório particular, sendo vencedor do Prêmio Tuti 2021. Com um importante percurso de estudos humanísticos, frequentou cursos em nível de pós-graduação nas áreas de ética e filosofia na Universidade de Caxias do Sul (UCS) e Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS). Desenvolveu estudos e tem publicações nas áreas de comportamento do consumidor, ética, filosofia política, ensino e psicanálise, além de um livro de poesia publicado. Com 20 anos de experiência profissional no mundo do vinho, hoje é consultor internacional em bebidas com foco em inovação, estratégia e comportamento do consumidor. É, também, palestrante, professor colaborador do Centro Italiano di Analisi Sensoriale (CIAS) e da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM).

Comments


LEIA TAMBÉM LEIA TAMBÉM LEIA TAMBÉM LEIA TAMBÉM LEIA TAMBÉM LEIA TAMBÉM LEIA TAMBÉM LEIA TAMBÉM LEIA TAMBÉM LEIA

Frame (2).png
bottom of page